Sejam todos Bem Vindos

_"Aqui é um espaço entre Deus e seus emissários,portanto que a luz e a paz divina te acoberte ao entrar e ao sair te acompanhe" ...
email- mrpadilha@yahoo.com.br
telefone para atendimento (whats) tmbm
tim 51 9 82 72 51 00

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Dia Da Conciência Negra,nossa Homenagem ao Mestre Borel

Homenagem Póstuma a mestre Borel 

por mestre Padilha

Quando tinha meus 19 anos(1989) fui convidado  a um Batuque e lá tive o prazer de Escutar o Toque aos Orixás pelas Mãos deste 
Impar,Alabê...Mas só pude conversar anos após...
Conheci  o Grande  mestre Borel em meados de 1996,na primeira semana Umbandista de Porto Alegre ,criada pela Fundação Moab Caldas de Umbanda e Africanismo de direção de Aureo de Ogum Jobí,foi um daqueles encontros que marcam uma vida...
Ao microfone no palanque subiu aquela "criatura",um sr de cabelos branquinhos,de estatura pequena e magro,alguns que estavam na volta "Babalorixás" em trajes de gala e  Yalorixás em saias Rodadas "muito bem vestidos" que contrastavam com a simplicidade do mestre Borel e de alguns Umbandistas tipo  eu que teimam usar as roubas de saco,(tipo capoeira).
Ao subir e  pegar o microfone,como de costume  Borel saudou a todos em Yorubá e por surpresa os babás e yás,não souberam responder e já Lascou um puxão de orelhas que deixou os cara pálidas muito envergonhados...
Para Finalizar chamou uma "REZA","DA QUELE TEMPO",onde não se falava nação dos Orixás mas simplesmente Batuque e todos eramos Batuqueiros e Umbandistas...

Em 98  lançou seu livro ,vamos falar de orissás,onde mais uma vez destacou a experiência de vida e a seriedade de sua Luta...
Uma frase  _"Vamos  ocupar nossos espaços,pois antes não tínhamos estes espaços vamos nos preparar e bem ocupar o nosso espaço"...(assim foi a frase  marcante do Mestre na primeira Semana de Umbanda e Africanismo ao lado do Mercado Público de Porto Alegre-Largo Glênio Perez)
Mestre Borel ainda não tem sua Biografia eternizada na Wikipédia ,cabe a todos que viveram e até usaram sua bandeira arrecadar dados e fontes para assim fazer jus a este grande Babalaô...

que Olórum te Receba junto ao Grande  Xangô e que  de lá do reino (órum)possa Inspirar a todos o sentido da tua Luta  de Liberdade Cultural... mestre Padilha